O que é Logística?

A definição de Logística de acordo com o  Council of Logistical Management é: “Logística é o processo de planejamento, implementação e controle da eficiência, do custo efetivo do fluxo e estocagem dos materiais, do inventário de materiais em processo de fabricação, das mercadorias acabadas e correspondentes informações, desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com a finalidade de ajustar às necessidades do cliente“.

Mas quando perguntamos “O que é Logística?”, a maioria das pessoas responde que Logística é a distribuição ou a entrega de materiais para os clientes. Essa é uma parte da definição está correta, ou seja, isso é uma parte da Logística, que trata da distribuição de materiais. Porém, temos que lembrar que para distribuir ou entregar, precisamos ter o material em “estoque”, e para isso é necessário produzir e que para produzir, precisamos comprar matérias-primas e componentes. Temos uma gestão de estoque e também uma gestão da produção que fazem parte da Logística.

Logística

Logística

A Logística engloba todo o fluxo operacional, de forma que os elos dessa cadeia interna da empresa consigam atender as necessidades dos clientes. Para isso é necessário que cada área dentro desse processo faça sua parte, procurando atender as necessidades dos clientes internos ou dos clientes externos, sem esquecer de também atender os objetivos traçados pela direção da empresa em seu Planejamento Estratégico.

Veja o fluxo abaixo:

O que é Logística?

Fluxo de Materiais

Para que a empresa faça Logística é necessário ir além dos objetivos estabelecidos pela Direção da empresa, em conjunto com seus Gerentes e Supervisores. É preciso de fazer o que chamo de “Incorporar o Espírito de Logística”.

Mas o que significa “Incorporar o Espírito de Logística”?

Isto significa fazer o que tem que ser feito, isto é, que TODOS são responsáveis por fazer esse processo acontecer. De forma bem simples e prática:

1) Setor de Compras ou Suprimentos:

  1. Precisa comprar bem,
  2. Procurar negociações onde ambos ganhem com o negócio
  3. Boas parcerias.

Empresa cliente e fornecedor precisam ganhar.

Quando a empresa cliente ganha e o fornecedor não, há uma disparidade e o que vai acontecer no futuro é que este fornecedor não vai atender bem. E o que vejo em muitas empresas é que esse fornecedor, acaba provocando atrasos e isso compromete toda a cadeia produtiva e em alguns casos pode levar a três problemas muito sérios:

  1. Um ambiente estressante
  2. Uma parada de produção;
  3. Perda de um cliente
  4. pior ainda, se esse atraso provocar uma parada de produção em prejuízo ao cliente. Se isso ocorrer, a empresa pode até perder clientes.

Dos problemas sitados acima a perda de um cliente é o mais grave.  Se isso ocorrer, os prejuízos são muito maiores, pois muitos clientes podem levar outros com eles e a imagem da empresa acaba ficando prejudicada.

 

2) Setor de Manufatura ou Produção:

  1. Precisa produzir na quantidade solicitada (nem mais, nem menos),
  2. Precisa atender os clientes nos prazos solicitados,
  3. Interagir com informações precisas das disponibilidades de produtos.

Se a produção tiver algum problema e isso vai gerar um atraso, ela tem a obrigação de informar a área comercial para que esta comunique o cliente.

Por exemplo, quando um cliente solicita uma quantidade maior do que havia solicitado inicialmente, ou muda o prazo de entrega, ou, ainda, muda a especificação do produto, é necessário conversar com esse cliente e entender o que houve no processo dele para que a sua empresa tome as ações necessárias.

Nestes casos, tanto o negociador da área de Vendas quanto o da área de Produção precisam ter flexibilidade para entender o que ambos podem fazer para atender estas mudanças, sem causar prejuízos à empresa e também ao cliente e também é preciso pensar na carteira de clientes como um todo.

 

3) Setor de Armazenagem e Distribuição (Transporte):

  1. Precisa armazenar de forma correta,
  2. Considerando a limpeza do armazém como parte desse processo[
  3. Organizar os produtos
  4. Identificar todos os produtos no armazém.

Por exemplo, não adianta guardar uma embalagem com um pequeno “defeito”. Nesse tipo de situação já presenciei várias vezes em que os materiais guardados com defeito que foram vendidos e na hora de separá-lo para entregar não foi possível porque o produto que estava na embalagem com um pequeno “defeito” estava danificado. Isso gera um stress muito grande com o cliente. Principalmente se esse cliente estiver precisando do material com urgência.

Um detalhe!

Isso normalmente acontece quando um produto precisa ser faturado para um cliente que está precisando do produto com “urgência”.

Se uma embalagem estiver danificada o que precisa ser feito é simples.

Será necessário trocar a embalagem. É uma atitude simples não é?

Essa simples atitude vai evitar:

  1. Atrasos na entrega de materiais
  2. Desgaste com os clientes
  3. Atrasos na produção dos clientes

Na verdade essa simples atitude vai te ajudar a melhorar seus processos internos.

A área de Distribuição (Transporte) precisa entregar conforme as necessidades dos clientes, mas para isso é necessário “informação” de quando o cliente vai precisar. É fundamental que o produto seja faturado no prazo, de forma que seja possível carregar os carros, caminhões e se deslocar até o cliente.

Podemos observar que o fluxo de informações ocorre a todo o momento, e que essas informações devem ser transmitidas de forma clara, porque quando a informação é ruim haverá um processamento ruim e por sua vez o resultado será ruim.

Isso tudo parece simples e óbvio, mas quando colocado em prática vemos que muitos problemas acontecem porque as pessoas não estão preparadas ou porque não conhecem o conceito de Logística e o processo como um todo.

 

Se tiver alguma sugestão para novos temas envie um email para luchezzi@luchezzi.com terei o maior prazer em escrever para você.

 

Vamos ajudar outras pessoas, compartilhe esse artigo e me ajude a ajudar outras pessoas.

 

Um Grande Abraço

Força, Fé, Coragem, Perseverança, Amor, Disciplina, Atitude e Otimismo

Celso Luchezzi