Em uma obra existe uma série de oportunidades de melhorias que podem ser implementadas com pequenas ações, porém sem a necessidade de investimento, e podem contribuir com o marketing da obra e reduzir custos com material armazenado de forma incorreta.

Imagem-3Por exemplo podemos observar dois tipos de perdas que são:

a) Na compra de materiais a mais: o excesso, se estes não forem usados, acabarão sendo desperdiçados. Esta perda por sua vez gera resíduo e este é pago ao ser enviado para (aterro ou usina de reciclagem).

b) No armazenamento de materiais: quando mal acondicionados, ou quando ficam espalhados pelas obras.

 

Com a compra a mais de material do que é necessário, isso acaba levando um gasto em uma obra quando não utilizado, mas pode vir a ser usado em outra obra e dependendo material essa utilização não será possível, dessa forma foi gasto dinheiro desnecessariamente. Porém para evitar que isso aconteça é necessário ser medido através de um relatório o comprado x utilizado x desperdício.

As perdas de materiais na Construção Civil podem ser vistas como grandes oportunidades para evitar gastos, melhorar os processos e uma contribuição para melhorar o Marketing e as Vendas.

Imagem-4

Em muitas obras é possível observar que nem sempre os materiais são armazenados de forma correta e ao serem misturados e armazenados de forma ruim podem causar acidentes de trabalho e ao mesmo tempo gerar resíduos. Muitos resíduos quando colocados em uma caçamba são misturados (resíduo cinza em meio a sacos de cimento, gesso, conduites, saco plástico, pedaços de tubo de PVC, lata de cola, lata de tinta, isopor, papelão e restos de tijolos).

 

Imagem-5Para resolver esses problemas que podem gerar altos custos com a destinação de materiais é possível separar corretamente os resíduos no local onde estão sendo gerados. Isso é possível e evita custo, mas ainda um sonho no Brasil um dos fatores é a mão de obra desqualificada e outro é o fato dos engenheiros conseguirem enxergar que isso evita custos com desperdício de materiais nas obras.

A organização e o armazenamento de materiais são fatores importantes que contribuem para evitar perdas dos materiais novos e que virarão descarte se não armazenados e movimentados corretamente.

 

Estas ações contribuirão para destinação correta dos resíduos e ao mesmo tempo redução no custo de envio dos materiais para usina de reciclagem e com essas pequenas ações as obras estarão contribuindo para o meio ambiente e também atendendo as exigências da lei 12.305 que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) que responsabiliza os geradores e os obriga a coleta seletiva ou a recuperar ou reciclar ou tratar os resíduos corretamente.

Destinar e fazer a gestão de resíduos na Construção Civil, passa a ser uma obrigatoriedade para as empresas e as que as empresas que trabalharem na questão ambiental podem explorar isso como benefício para o Marketing e também com seus processos internos. Para uma certificação LEED as empresas precisam atingir uma série de exigências nas obras e ao trabalharem fazendo sua gestão de resíduos corretamente e também com suas “obras limpas” estarão contribuindo para essa certificação. Isso tudo vem de encontro com a sustentabilidade e consciência ecológica o que ajudará nas vendas, pois os investidores preferem investir em obras que atendam às exigências ambientais, além disso a obra poderá vir a obter melhores linhas de financiamento junto a bancos.

 

Celso Luchezzi